Achismo versos Bíblia? Leandro quadros é questionado por explicar corretamente a Bíblia.



Está se espalhando pela internet esta gravura com retórica sem crivo hermenêutico. Portanto, abaixo, estou inserindo o esclarecimento a respeito do texto usado pela pessoa que elaborou a tal figura. Creio que ajudará a sanar qualquer dúvida quanto a fala do amigo de ministério Leandro Quadros.

Paleontologia reforça visão bíblica da criação do mundo

A partir da análise de fósseis de animais e plantas, pesquisadores têm encontrado evidências que se harmonizam com a Bíblia. Há décadas, o avanço dos instrumentos de análise e datação tem colaborado para que pesquisadores compreendam detalhes sobre a própria história da Terra. E parte desse conteúdo é encontrados em fósseis, que preservam informações e ajudam a ampliar o entendimento sobre as formas de vida que habitaram o planeta nos últimos milênios. Uma das áreas que tem contribuído com respostas sobre o tema é a paleontologia, que analisa animais e plantas preservados nas rochas.

Carta de Ellen White é descoberta nos Estados Unidos

Pesquisadores confirmaram a autenticidade do documento, de 1882, direcionado a um missionário adventista. Uma carta anteriormente não documentada escrita por Ellen G. White, cofundadora da Igreja Adventista do Sétimo Dia, foi descoberta nos arquivos do Pacific Union College (PUC, na sigla em inglês), nos Estados Unidos. No final de janeiro deste ano, vários estudiosos a revisaram e confirmaram que o documento incompleto estava de fato na caligrafia de Ellen White. “A julgar pela agitação acadêmica que se seguiu, eu diria que é uma descoberta histórica significativa”, destaca Katherine Van Arsdale, arquivista oficial da PUC e descobridora do documento.

O Evangelho eterno de Deus: Três mensagens angélicas - Lição 10 da ES


Dez chaves para interpretar o Apocalipse

O Apocalipse é, ao mesmo tempo, um dos livros mais importantes da Bíblia e um dos mais difíceis de ser compreendidos. Ele ocupa um lugar singular na interpretação bíblica e, assim, precisamos de alguns critérios para desvendar sua mensagem. Este artigo se concentra em dez chaves que ajudam o intérprete dessa obra apocalíptica a entender sua natureza singular.

Podemos confiar nas traduções bíblicas?

Ao ler a Bíblia, corremos o risco de entender errado seus ensinamentos por vários motivos. Se não cremos nela, tentaremos entender tudo da pior forma possível e concluiremos que ela está cheia de contradições e absurdos. Se cremos na Bíblia, mas temos várias ideias pré-concebidas sobre o que ela ensina, tenderemos a prestar atenção às passagens que parecem confirmar essas ideias e a ignorar as que a ponderam. Na verdade, isso ocorre na forma como tendemos a lidar com evidências também. Basta observar os intelectuais que dizem não haver a menor sombra de evidência da existência de Deus, quando existem teoremas que provam que Ele existe.

Os jovens e a crise de identidade cristã

Diversos motivos podem justificar a evasão de jovens das igrejas. Algumas situações evidentes seriam o desinteresse que pode surgir com o tempo, falta de amigos na comunidade religiosa que frequentam, conflitos pessoais, estilos diversos de vida que confrontam valores cristãos, a desconexão da fé com a ciência, a falta de preparo dos líderes para tirar suas dúvidas e, em especial, a superficialidade cognitiva da fé bíblica. Em se tratando de superficialidade da fé, refiro-me ao conhecimento que faz transbordar confiança, entrega e encanto pela verdade de Deus. Aquele entendimento cognitivo que promove fé genuína ao invés de fideísmo, poder moral ao invés de religião sentimental, inteligência e saber racionais ao invés de mera informação frívola, compromisso e fidelidade espirituais ao invés de sincretismo místico e, também, amor como princípio ao invés de impulsos emotivos de momentos.