Comentário da Lição da ES: Caminho para a fé

(Gl 3:22) – Quando falamos em lei, notoriamente pensamos nas leis do trânsito, nas leis criminais, nas leis de proteção ao consumidor, nas leis da constituição, isto é, em um conjunto de leis que visam a proteção do cidadão em várias esferas da vida. Além das leis elaboradas pelo ser humano encontramos as que sistematizam a natureza. As leis da física são exemplos de leis elaboradas com o objetivo de gerenciar, manter e organizar o universo e tudo mais que esteja inserido nele. A lei da gravidade, descoberta por Newton, explica a força da atração e a organização geral de nosso ambiente físico de forma a proporcionar a manutenção da vida.

Achado em Jerusalém confirma história contada na bíblia

Arqueólogos que escavavam por Jerusalém descobriram artefatos queimados que datam de 2.600 anos atrás – provando a veracidade de uma passagem da bíblia. Os pesquisadores descobriram madeira carbonizada, sementes de uva, espinhas de peixes, ossos e cerâmica, ao escavar a Cidade de Davi, em Jerusalém. Os achados fornecem evidências de que os babilônicos “queimaram todas as casas de Jerusalém”, como descrito no livro de Jeremias.
Os pesquisadores do Israel Antiquities Authority descobriram os artefatos sob camadas de rocha na Cidade de Davi – juntamente com frascos com lacres que permitiram que os pesquisadores datassem os artefatos.

A gafe de Richard Dawkins

Comentário da Lição da ES: A superioridade da promessa

(Gl 3:18) – Havia um rapaz que noivou por três vezes e casou-se por duas. Infelizmente, nas três em que esteve noivo, a noiva o abandonou e, nas duas vezes em que esteve casado, foi traído e abandonado. Infelizmente, as promessas humanas, muitas das vezes estão a mercê da conveniência. Muitas pessoas mudam de opinião e de escolhas com facilidade. Sociedade líquida, com decisões e escolhas líquidas. Sob este aspecto, diferentemente dos homens, Deus nunca permitiu que qualquer uma de Suas promessas ficassem ao léo. A Sua fidelidade ultrapassa gerações (Sl 100:5; 119:90). Ao longo dos anos, desde a criação do homem, o Onipotente tem se revelado com promessas e, a maior evidência da integridade, durabilidade e fidelidade das promessas dEle, é que elas, apesar de milênios, continuam firmes e inabaláveis até hoje. Se em seres humanos não podemos confiar, saiba que em Deus podemos.

Pais, cuidado! Canal de TV exibe animação pornográfica

A decadência humana parece não ter fim e o fundo do poço moral da humanidade continua sendo cavado. Prova disso é a exibição em um canal pago – com classificação de apenas 16 anos mas ao alcance de qualquer pessoa de qualquer idade – de uma animação pornográfica intitulada “Festa da Salsicha”. O desenho animado aparentemente infantil tem cenas de sexo grupal, orgias, linguagem obscena e homossexualismo. E pode atrair as crianças justamente por parecer inofensivo. O portal G1 descreve assim essa animação pra lá de “animada”:

Matemático e filósofo falando sobre sua fé em Jesus Cristo (John Lennox)...

"Josefo e Jesus" ou "Um dos relatos mais antigos que provam a existência de Jesus"

Flávio Josefo (37 dC -. C 100) foi um historiador judeu nascido em Jerusalém quatro anos após a crucificação de Jesus de Nazaré, na mesma cidade. Devido a essa proximidade com Jesus em termos de tempo e lugar, seus escritos têm uma qualidade de testemunha “ocular” uma vez que eles se relacionam com todo o fundo cultural da era do Novo Testamento. Mas seu escopo é muito maior do que este, abrangendo também o mundo do Antigo Testamento. Suas duas maiores obras são Antiguidades Judaicas, revelando a história hebraica desde a Criação até o início da grande guerra com Roma em 66 d.C., enquanto a sua Guerra Judaica , embora tenha sido escrito primeiro, traz o registro da destruição de Jerusalém e da queda de Masada em AD 73. 

O sábado em Êxodo 31:16-17 não era apenas para os judeus?

Pergunta do leitor RS. Tenho uma dúvida. No livro do Êxodo 31:16-17 está escrito: ''Guardarão, pois, o sábado os filhos de Israel, celebrando-o nas suas gerações como pacto perpétuo. Entre mim e os filhos de Israel será ele um sinal para sempre; porque, em seis dias, fez o Senhor o céu e a terra, e, ao sétimo dia, descansou e achou refrigério.'' Com base na explicação abordada no vídeo, a guarda e observância do sábado, não seria um mandamento somente para o povo judeu?

Fé e Antigo Testamento

Fé e Antigo Testamento

(Gl 3:13) - Facilmente nos prendemos em coisas que, por algum motivo, são muito valiosas. Nos apegamos a casas, carros, pedras preciosas ou até mesmo a posições e títulos acadêmicos. Quanto maior for o valor, com mais força nos agarramos a eles. Sob o mesmo ponto de vista, poderíamos dizer que Deus também se apega a algo que possui um valor extraordinário. No entanto, Ele não se apega a coisas, objetos ou funções, como fazemos na maioria das vezes. Deus, na cruz, nos abraçou de tal maneira que não intentou soltar mesmo em face da morte.

A questão da justificação: dom gratuito de Deus

(Gl 2:20) - Quando olhamos para nós mesmos o que encontramos? O que seria de nós caso Cristo desistisse da cruz? Será que ao menos estaríamos vivos aqui hoje lendo esta nota? É assombroso compreender o que Deus foi capaz de fazer por este mundo perdido. O amor de Deus é um mistério glorioso, mesmo para os seres que estão diante de Seu trono. Não há palavra em nosso tão pobre dicionário que descreva na mais pura essência deste amor imensurável. Não há filosofia, teologia ou erudição que seja capaz de usar as palavras mais adequadas para descrever o sublime feito redentivo. Não há dialética que, com indizível grandeza, consiga desvendar os mistérios deste amor desmedido. Tudo o que sabemos é que Deus é amor.