27 outubro 2015

Predição de Ellen White é confirmada: OMS coloca carne como cancerígena

carne cancer egw

É surpreendente ver a misericórdia de Deus com uma geração tão incrédula como a nossa. Cada dia ficamos mais surpresos com a quantidade de evidências que o Senhor dá para acreditarmos em Sua Palavra e na inspiração do Seu Espírito Santo.
A bíblia mesmo nos faz orientações claras para vivermos uma vida saudável: nos dá o cardápio que deveríamos comer; nos adverte quanto ao uso da carne; apresenta uma classificação entre os animais imundos e puros; promete aos obediente gozar de saúde e inclusive viver livre de qualquer enfermidade e ainda adverte a todos os que não cuidam da saúde de que serão julgados futuramente no tribunal de Deus.
Depois de tantos anos de cegueira espiritual imposta pela igreja romana no período medieval, o mundo ficou praticamente “analfabeto” quanto à compreensão ampla e espiritual da Palavra de Deus. Sendo assim, após séculos de trevas, o Senhor orienta o Seu povo através do testemunho do dom profético que infelizmente pela incredulidade de muitos está sendo menosprezado. Estamos falamos sobre o ministério de Ellen G. White. Veja algumas orientações dadas por Deus através de Sua mensageira quando estes assuntos ainda eram pouquíssimos compreendidos:
“A carne de porco é imunda — Pululam parasitas nos tecidos do porco. Deste disse Deus: “Imundo vos será; não comereis da carne destes e não tocareis no seu cadáver”. Deuteronômio 14:8. Esta ordem foi dada porque a carne do porco é imprópria para alimentação. Os porcos são limpadores públicos, e é esse o único emprego que lhes foi destinado. Nunca, sob nenhuma circunstância, devia sua carne ser ingerida por criaturas humanas. É impossível que a carne de qualquer criatura viva seja saudável, quando a imundícia é o seu elemento natural, e quando se alimenta de tudo quanto é detestável.
O porco, se bem que um dos mais comuns artigos de alimentação, é um dos mais prejudiciais. Deus não proibiu os hebreus de comerem carne de porco apenas para mostrar Sua autoridade, mas por não ser ela apropriada à alimentação do homem. Encheria o organismo de escrófulas, e em especial naquele clima quente, produzia lepra, e doenças de várias espécies. Sua influência sobre o organismo, naquele clima, era muito mais prejudicial que em climas mais frios. […] A carne de porco, mais que todas as outras, põe o sangue em mau estado. Aqueles que a ingerem à vontade, não podem deixar de ser doentes.
Especialmente os tenros e sensíveis nervos do cérebro se enfraqueceriam e ficariam tão entorpecidos, que as coisas sagradas não seriam discernidas, mas colocadas no baixo nível das coisas comuns.
Conselhos Para a Igreja, Capítulo 41
(Adventismo em foco) - Para aqueles que ainda não viram a matéria, segue o link: 

OMS coloca bacon, linguiça e salsicha na lista de alimentos cancerígenos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Outras Postagens semelhantes

Related Posts with Thumbnails