02 dezembro 2015

SP terá simpósio sobre a Teoria do Design Inteligente

Não perca!
Evento será realizado nos dias 4 e 5 de dezembro, na Universidade Mackenzie com apoio do Unasp, e terá entre seus convidados o filósofo Luiz Felipe Pondé

Desde os anos 1990, a Teoria do Design Inteligente (TDI) é tema de pesquisas e debates nas universidades norte-americanas. Segundo seus defensores, a maioria cientistas e filósofos, é preciso analisar e contestar as teorias sobre o surgimento da vida na Terra. A teoria da evolução não explica de forma apurada muitos mecanismos funcionais e estruturais presentes na origem da vida, o que leva esses pesquisadores a atribuí-la a um agente inteligente. Os estudos dessa teoria, metodológicos e interdisciplinares, são focados em dados científicos recentes sobre a origem do Universo e da vida, e apontam para o que chamam de “projeto inteligente”.

Polêmica e inovadora, a TDI ganha cada vez mais espaço nas universidades brasileiras por meio de pesquisas e encontros. São Paulo é a próxima cidade a receber, na Universidade Presbiteriana Mackenzie, mais um círculo de debates nos dias 4 e 5 de dezembro. Organizado pela Sociedade Brasileira do Design Inteligente (TDI-Brasil), o Simpósio do Design Inteligente de São Paulo (TDI-São Paulo-2015) abordará assuntos multi e interdisciplinares, graças à participação de cientistas, pesquisadores, professores e filósofos que debaterão sobre essa teoria, considerada uma revolução no âmbito das ciências que estudam a origem da vida.

Dentre os palestrantes, destaca-se o coordenador do TDI-São Paulo-2015, Dr. Dermeval Reis Junior, biomédico, professor de Ciências Médicas e da Saúde no Departamento de Medicina e disciplina de Cardiologia da Universidade Federal de São Paulo (Escola Paulista de Medicina), especialista em Fisiologia pela Faculdade de Medicina do ABC-Santo André em 2004, habilitado em Patologia Clínica e graduado em Biomedicina pela Universidade de Franca-SP, em 2001, é ainda docente nas disciplinas de Bioquímica (básica e clínica), Farmacologia, Fisiologia, Hematologia, Imunologia e Patologia. Segundo ele, o evento de cunho científico/universitário estimulará ainda mais o debate sobre a TDI no Brasil e, consequentemente, ampliará o conhecimento sobre as origens da vida: “A cada evento, novos conhecimentos são disseminados entre os adeptos estudiosos dessa teoria. Isso pode, em muito, acrescer e ampliar a teoria, e diria até fortificá-la ainda mais.”

Como convidado especial, o simpósio conta com a presença do célebre filósofo Luiz Felipe Pondé, PhD em Filosofia pela Universidade de Tel Aviv, doutor em Filosofia pela USP/Universidade de Paris, escritor, colunista da Folha de S. Paulo e comentarista do Jornal da Cultura (TV Cultura). Considerado um pensador polêmico no Brasil, Pondé aceitou participar de uma mesa redonda, que promete levantar questões polêmicas entre o darwinismo e o design inteligente, enriquecendo assim o debate. A mesa contará também com a presença do Dr. Dermeval, além do cientista e pesquisador Dr. Marcos Eberlin, que desde 2008 se dedica ao tema do design inteligente e é considerado o principal defensor da teoria no Brasil. Professor titular MS-6 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), coordenador do laboratório ThoMSon de Espectrometria de Massas, membro da Academia Brasileira de Ciências (2002) e comendador da Ordem Nacional do Mérito Cientifico (2005), Eberlin tem como prêmios o “Zeferino Vaz de Reconhecimento Acadêmico” (2002) e o “Scopus-Capes” (2008) de excelência em publicações e formação de pessoal, e já publicou cerca de 650 artigos científicos, além de ter orientado quase uma centena e meia de mestres, doutores e pós-doutores (seu grupo de pesquisa é hoje um dos maiores do Brasil, com cerca de 55 pesquisadores). É ainda presidente da Sociedade Internacional de Espectrometria de Massas (IMSF) e presidente-executivo da Sociedade Brasileira (BrMASS), além de editor do Journal of Mass Spectrometry da Wiley.

O simpósio conta também com a participação do coordenador do Núcleo Brasileiro do Design Inteligente, graduado em Ciências Humanas pela Universidade Federal do Amazonas, Enézio Eugênio de Almeida Filho; da doutora em Ciências Biológicas com pós-graduação em Sistemática e Evolução pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Mariana Sá; da doutora em Biologia Molecular, Rogéria Ventura; do químico graduado pela Universidade Federal do Amazonas, Kelson Mota; do engenheiro Johannes Janzen; do químico Rodolfo Paiva, e do médico psiquiatra Marcos Romano.

A TDI-Brasil reconhece que as ciências que abordam nossas origens são ambivalentes, multi e interdisciplinares, com fortes implicações históricas, filosóficas e teológicas. Por isso, a Teoria do Design Inteligente já é considerada um tema acadêmico: universidades brasileiras como a Universidade Federal do Amazonas, a Universidade Estadual de Maringá e a Unicamp desenvolvem pesquisas e promovem discussões sobre o tema. É importante salientar que, nesse campo, o debate é primordial, uma vez que a TDI não abrange somente ciência, mas também filosofia; por isso, o Simpósio do Design Inteligente de São Paulo é considerado um passo muito importante rumo a um melhor conhecimento sobre essa teoria, o que certamente estimulará mais pesquisas.

O TDI-São Paulo-2015 terá início no dia 4 de dezembro de 2015, às 20h, com cerimônia de abertura e duas palestras, e continuará no dia 5 de dezembro. A programação completa encontra-se no site: www.designinteligentebrasil.com.br/saopaulo/ via (Criacionismo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Outras Postagens semelhantes

Related Posts with Thumbnails