Você sente que foi chamado por Deus?

Lucas, Capítulo 5

(1) Certa vez, quando a multidão apertava Jesus para ouvir a palavra de Deus, ele estava junto ao lago de Genezaré;

(2) e viu dois barcos junto à praia do lago; mas os pescadores haviam descido deles, e estavam lavando as redes.

(3) Entrando ele num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, sentando-se, ensinava do barco as multidões.

(4) Quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao largo e lançai as vossas redes para a pesca.

(5) Ao que disse Simão: Mestre, trabalhamos a noite toda, e nada apanhamos; mas, sobre tua palavra, lançarei as redes.

(6) Feito isto, apanharam uma grande quantidade de peixes, de modo que as redes se rompiam.

(7) Acenaram então aos companheiros que estavam no outro barco, para virem ajudá-los. Eles, pois, vieram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique.

(8) Vendo isso Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Retira-te de mim, Senhor, porque sou um homem pecador.

(9) Pois, à vista da pesca que haviam feito, o espanto se apoderara dele e de todos os que com ele estavam,

(10) bem como de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram sócios de Simão. Disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens.

(11) E, levando eles os barcos para a terra, deixaram tudo e o seguiram.

Ali estavam os discípulos. Lutando com a lei da sobrevivência. Mas parece que naquele dia as coisas não estavam muito boas. O mar parecia não estar para peixes. Tentaram de todas as formas. Lançavam as redes para todos os lados. E nada de peixes. De repente, ninguém menos do que o próprio Deus encarnado se aproxima.

Simão, olha para Jesus e de maneira confiante entrega a situação em Suas mãos. Não há outro resultado melhor quando entregamos tudo nas mãos de Deus. Mas tem um detalhe que todos precisam compreender. Tem pessoas que as vezes me questionam, se de fato Deus atende nossas suplicas e orações. Alguns argumentam dizendo que já entregaram tudo e nada ocorreu da parte de Deus. Será que essa seria sua indagação ou reclamação? Será que você teria uma história assim pra contar? Onde estão as promessas cumpridas de Deus em algumas situações?

Sempre que existe indagação de alguns a esse respeito, insisto em dar a seguinte resposta: Alguma coisa falhou na sua entrega, simplesmente porque Deus não falha.

Meu querido leitor, se você as vezes não entende o porque que Deus não responde quando aparentemente você se entregou a Ele, é bem lógico ter a certeza que algo em nós pode estar completamente errado. Já houve ocasiões em que me entreguei completamente a Deus para desempenhar algo nobre em sua causa, mas Deus ficou calado diante da entrega que fiz. Anos depois é que percebi que eu achava que havia me entregado. Percebi que ainda existia reservas que não foram sacrificadas.

Na história que vemos acima, apresenta um nítido quadro da vida cristã daqueles que querem ser úteis na obra de Deus. Jesus deu uma clara demonstração que sua obra somente poderá ser realizada com grande demonstração de força e poder se a força humana estiver completamente munida da presença e da vontade de Deus. Jesus fez por aqueles homens o que eles por si só não poderiam fazer.

Os discípulos não podiam pescar nem mesmo poucos peixes, mas na presença de Jesus, e por Sua vontade, podiam não somente pescar, mas, também pescar grandes quantidades de peixes. Isso é uma lição claríssima de que nós não poderemos jamais ser grandes obreiros, missionários, evangelistas, pastores, anciãos se não estivermos completamente munido da presença e do poder do céu. Isso implica em entrega total e absoluta. Uma entrega que pode nos condicionar a sacrificar tudo o que temos no momento.

No verso 11, vemos o quanto aqueles homens estavam dispostos. Deixaram tudo, sua profissão, seus talentos, sua dependência financeira, suas famílias, abandonaram sua zona de conforto. Deus não espera menos de nós hoje no século XXI. Muita coisa não dá certo na vida de muitos porque ainda pode ter algo que falta a ser deixado, abandonado e renunciado.

Se você sente que Deus o chama para ser um ministro de sua palavra na igreja de Deus, não perca mais tempo. Se entregue e confie no Deus de Israel. Enfrente a colportagem, busque os meios necessário para sua formação e se dedique sem qualquer reserva. Se Ele te chamou para ser um ministro, também chamou para lhe dar a vitória em conseguir os recursos para sua formação. O que Deus espera de você é que abandone a vida cômoda e se dedique ao trabalho. Agora pra você que sente que recebeu um chamado diferente para cuidar de uma igreja, como ancião, diácono, cuidar das mulheres, dos jovens ou qualquer outra função, se entregue a esta função. Cuide de sua responsabilidade, mas lembre-se que há uma responsabilidade maior, a de cuidar e de preparar a igreja de Deus para a volta gloriosa de Jesus. Lembre-se que seu trabalho é apenas um bico neste mundo porque sua verdadeira profissão é ser um obreiro de Deus para sua igreja.

Somente seremos homens e mulheres cheios de poder quando nosso coração estiver plenamente ligado as coisas do céu. Somente quando formos plenamente dedicados a oração. Somente quando formos plenamente estudantes da bíblia. Somente quando formos plenamente amáveis e sensíveis com as pessoas ao nosso redor. Somente quando tivermos uma decisão plena de compromisso com Deus e sua verdade. Jesus estava preparando aqueles homens para serem assim. Um dia no pentecostes, aqueles homens fizeram coisas inimagináveis. Por que? Porque Deus foi a essência 100% da vida deles. Que Deus te abençoe nessa jornada. Ouça a voz de Deus e perceba que Ele tem um chamado para você. Mas cuidado para não ignorar este chamado, ou viverá frustrado para o resto de sua vida.

Postagens mais lidas em todo o blog